Vale a pena suspender a menstruação?

Entre mulheres e classe médica ainda há muita polêmica quanto ao tema

Muitas mulheres consideram que essa é uma decisão polêmica. As que são contrárias à interrupção da menstruação  alegam que estaríamos interrompendo um processo natural. Que essa postura pode, inclusive, gerar danos à saúde. O que dizem os especialistas? Há comprovação de que a suspensão pode acarretar prejuízos? Entre a classe médica, também há divisão de opiniões. Isso obviamente deixa o público feminino ainda mais inseguro quanto ao tema.

Vale a pena suspender a menstruação?

Um importante estudo sobre o assunto fez testes com mulheres que mantiveram o sangramento mensal e também pesquisou aquelas que o suspenderam. De acordo com os pesquisadores, a suspensão acaba livrando as mulheres de transtornos mensais e também agiria no combate à anemia e a própria endometriose (que é o processo inflamatório no revestimento interno do útero). Também é uma forma de se evitar os miomas (tumores benignos do útero), cólicas e a tão temida tensão pré-menstrual. 

E quem é contrário, o que diz?

Para aqueles que estão do lado contrário, a justificativa é a de que quando se suspende a menstruação há uma perda de duas tarefas importantes desse processo natural no corpo da mulher: a primeira é a que indica que o óvulo não acabou sendo fecundado. E a segunda está relacionada ao fato de tudo estar ocorrendo dentro dos “conformes” naquele corpo feminino.

A suspensão do sangramento mensal pode, por exemplo, acarretar problemas na glândula tireoide e na suprarrenal. Assim, quando se interrompe a menstruação, percebem-se desarmonias nos ciclos, que vão influenciar até mesmo no humor da mulher.

O que dizem os estudos

Vale a pena suspender a menstruação?Essa polêmica foi analisada pelo Centro de Apoio à Mulher com TPM do Hospital das Clínicas de São Paulo, que está localizado na Universidade de São Paulo (USP). Pelo período de dois anos, voluntárias que desejavam bloquear a menstruação fora acompanhadas pelos médicos. Elas sofriam de TPM avassaladora. O estudo científico pretendia verificar os níveis de eficácia das medicações disponibilizadas pelo mercado: reduziam os sintomas, suspendiam mesmo a menstruação, geravam efeitos colaterais?

Em todo esse intervalo do estudo realizado na Usp não foi comprovado que a interrupção da menstruação causa danos à saúde feminina. Nas mulheres em que foi implantado o hormônio progesterona, houve visíveis benefícios em relação à superação dos transtornos mais comuns da TPM: inchaço, cólica e dor de cabeça. 

Esse hormônio garante a suspensão da menstruação por até três anos.  No caso das pílulas, elas também são eficazes, especialmente para quem já faz uso dos anticoncepcionais tradicionais. Também foi observado que em algumas mulheres a suspensão do sangramento não foi completa, com alguns pequenos sangramentos.

Em qualquer decisão que você venha a tomar, também é importante que escute a opinião do seu médico pessoal. Ele pode dar as devidas orientações e tornar o procedimento ainda mais seguro. Afinal de contas, são medicamentos diferenciados sendo colocados em seu organismo.

Se você já passou por essa experiência e puder compartilhar conosco, também estará contribuindo para que outras mulheres se sintam esclarecidas em relação ao assunto.

Postado em .


Recomendado para você

Comentários