Mitos da moda: será que tá valendo?

Ideias pré-concebidas que não cabem mais no universo fashion

A moda é como aquelas deusas que não sabe existir se não for livre. Por mais que existam tendências e estudiosos no tema, não há porque aprisionar ideias ou viver restrito ao que é ditado pela indústria. É sobre essa tentativa e criação de mitos que  vamos falar hoje. Muitas vezes a mulher acaba reprimindo uma vontade de estar bela e feliz por não querer infringir um padrão de moda. Isso está correto? Claro que não! Saiba como fugir desse tipo de situação.

Ditadura das altas e magras: quem é que disse que só é possível ser feliz nessa dupla? O que deve ser observado é o tamanho da peça. E se ela combina ou não com o seu estilo. Um top cropped ou mesmo a calça flare estão na sua preferência? Experimente e aí sim você vai decidir. Cada corpo se encaixa de uma maneira diferente para cada peça.

Mitos da moda: será que tá valendo?

Estampas: algumas regrinhas básicas sobre os tipos de estampas e o equilíbrio com o peso da mulher. Tem coerência? Sim. Mas, não há necessidade de você ficar presa. E, caso queira, equilibre a estampa com alguns outros detalhes. Um decote em V por exemplo, ou mesmo um fundo preto. A curva pode ser valorizada até mesmo com a sobreposição das peças.

Óculos de grau: enquanto muitas mulheres se sentem felizes com aquela maquiagem arrasadora e toda a liberdade para os olhos...outras vão se sentir bem com um óculos de grau. Qual o problema? Retira a feminilidade, a sensualidade? De forma alguma. Faça a maquiagem normalmente e finalize com um bonito óculos. Nada de autopunição!

Peça statement: é aquela peça única em que você se concentra, para a partir daí terminar o restante do look. Na verdade, tudo é uma questão de equilíbrio. Não foque em apenas uma peça e sim em uma boa distribuição.

Marcar a cintura: se apertar completamente apenas para acentuar as curvas não é saudável. Use o cinto mas esteja confortável com você mesma. Se possível, use jogos de cores e aí também observará resultados interessantes.

Onde deixar a pele visível: um pouco de ousadia na hora de vestir-se acaba sendo vulgaridade? Não... se você tem personalidade para tanto, pode  sim começar a inovar nas transparências e um pouco de pele nua. Não vá para extremos, mas saiba que aquilo que te faz bem nunca será vulgar.

Mitos da moda: será que tá valendo?

Salto e rasteiras: mulher sem salto não é mulher. Será que esse mito ainda vive? O salto transmite poder, imponência. Mas, todos os seus momentos são de vontade de transmitir esses sentimentos? Será que você também não gosta de transmitir feminilidade, doçura, ou mesmo um pouco de romantismo? Provavelmente gosta. Então, desengavete as rasteirinhas.

Que outros mitos vocês estão deixando de lado e apostando na felicidade? Revelem para nós! Quando é que você conseguiu se libertar de tantas regras que no fundo não levam a nada?

Postado em .


Recomendado para você

Comentários