Inverno: é tempo de cuidar das manchas que o verão causou!

Aproveite o inverno para cuidar da pele, principalmente do rosto, que foi exposta ao máximo durante o verão!

O verão já foi embora e o friozinho começa a dar o “ar da graça”... E começa a temporada da elegância, de assistir a pessoas super bem vestidas desfilando em sobretudos, calças charmosas e cheias de estilo e botas de cano longo.

E é tempo também de algo muito importante! De cuidar da pele, principalmente do rosto, que foi exposta ao máximo durante o verão e que agora, pede “arrego” com tantas “manchinhas” causadas pelo sol.

Mesmo que você tenha usado e abusado do protetor solar, é inevitável encontrar uma ou outra mancha, chamada de “melasma” pelos dermatologistas e que parece muito com as tão conhecidas sardas, que têm lá o seu charme, mas se não forem bem cuidadas, podem acabar deixando seu rosto com um aspecto “amarronzado”.

Ficou preocupada? Relaxa... A boa notícia é que é possível sim minimizar esse probleminha com tratamentos, acompanhados, é claro, de um bom dermatologista.

Mas por que tratar as manchas apenas no inverno? Porque os tratamentos costumam deixar a pele bastante sensível e como nesse período os dias são mais cinzas e nublados, e ficamos menos expostos à radiação solar A variedade de tratamentos é imensa!

Quais são os tratamentos mais populares:

Inverno: é tempo de cuidar das manchas que o verão causou!

  • Luz pulsada – Para notar melhorias, é necessário no mínimo três sessões, que garantem ótimos resultados;
  • Laser – Método bastante eficaz, mas pode trazer riscos se não for bem feito. Procure indicações de profissionais, pois se não for bem aplicado, o efeito do tratamento pode estimular ainda mais a melanina, piorando a mancha.
  • Peeling químico – Nesse procedimento é utilizado ácido retinóico. Em baixa concentração, o produto pode ser receitado e aplicado em casa na forma de creme ou gel. Mas atenção: no dia seguinte, é importante caprichar no protetor solar, com FPS entre 45 e 70.
  • Ata – É uma outra modalidade de peeling, mais forte do que o ácido retinóico. É recomendado para as peles mais claras e envelhecidas.
  • Cápsulas – Essa alternativa é indicada para potencializar o tratamento feito no consultório, seja com laser, peeling ou qualquer outro. As cápsulas são ricas em antioxidantes e também carregam alto fator de proteção solar, mas seu benefício é alcançado apenas no longo prazo.
  • Cosméticos – O mais acessível e popular de todos os tratamentos! Existem no mercado diversos – e ótimos – clareadores, mas isso só vale para as menos ansiosas! O efeito é duradouro, mas demora a aparecer, assim como acontece com as cápsulas. As fórmulas que aliam a hidroquinona com o ácido retinóico garantem um resultado maior do que se utilizadas separadamente.

Mas atenção! É importante sempre procurar um dermatologista de sua confiança para não ter erro, ok? E deve ser levado também o tipo e cor da pele. Um tratamento que pode ser bom e eficaz para pessoas de pele clara pode não ser indicado para as negras ou ruivas, por exemplo.

É a sua pele que está em jogo...

No vídeo abaixo, veja mais detalhes e informações sobre os tratamentos e entenda melhor sobre essas marronzinhas, que insistem em marcar presença em nosso rosto!

Postado em .


Recomendado para você

Comentários