Cada corpo pede um biquíni

Inspire-se nas famosas e entenda como escolher seus biquínis

Valorizar a forma física de cada mulher e ser um bom cartão de visitas para a nossa autoestima. Essa é a função do biquíni. Os modelos são os mais diversos e, neste artigo, vamos adequar cada corpo ao tipo de peça que realmente vai lhe cair bem. Prontas?

Cada corpo pede um biquíni

Esconder a barriga é um dos principais pedidos das mulheres na hora de escolher o biquíni. Avolumar o bumbum está em segundo lugar. Afinal de contas, dá pra operar essas façanhas? Vamos saber agora!

Quadril largo e seio pequeno: na parte  de cima, escolha uma peça que dê uma boa ilusão quanto ao volume. Pode ser  um frente-única bem amarradinho no pescoço. Assim os ombros até ficam um pouco mais largos. O bojo e a amarração no fecho também avolumam os seios. Tecidos com lantejoulas, drapeados, babados ou algum  tipo legal de aplicação também são interessantes. Na parte de baixo, para evitar que os quadris ganhem muita atenção, dê preferência às calcinhas lisas ou mais altas. Assim você afina e alonga as pernas.

Quadril estreito e seio volumoso: uma parte superior que dê bastante sustentação. O top pode ser mais escuro, com estampa menor. Meia-taça com aros também é recomendado. Nada de bojos! Alças largas, decote em V e frente única estão liberados. Na parte de baixo, uma calcinha menor e com detalhes: babadinhos, fivelas, brilhos e laços vão ampliar o bumbum.

Cintura larga e pouco quadril e ombro: vai ajudar naquele momento de esconder a barriguinha. Nesse caso, calcinha com cós mais alto. Não mostrar abaixo do umbigo. A alça deve ser mais larga e a cor mais discreta. Listra vertical ou diagonal também está liberada. Assim, passa-se a impressão de que o corpo está mais alongado e fininho. Calcinhas firmes e fechadas em termos de cores é o mais indicado.

Cada corpo pede um biquíni

Equilíbrio nas medidas:  quando as medidas são similares, um bom tomara-que-caia sempre será bem vindo. Pode até ser torcido ou  franzido. Aí cabem as formas geométricas, cores vibrantes e muito brilho. Na parte inferior, para quem é mais equilibrada, vale apostar em tangas e babadinhos. O laço também vai trazer mais volume ao corpo. Quando a mulher possui mais bumbum e pouco quadril, a calcinha precisa ter uma tira mais larga. 

Corpo violão: para essas raras mulheres que naturalmente conseguem a façanha. Salvo as que malham bastante, o que não é bem natural... o que deve ser usado? Qualquer tipo de biquíni! A criatura estará sempre em vantagem. Não há medo de errar. Só é preciso ficar atenta ao tipo de tecido, geralmente de boa qualidade, para que não sobre e nem falte nada no seu look. 

E aí, em quais materiais vocês se encaixam? O que preferem para a praia?

Postado em .


Recomendado para você

Comentários