Alimentos que auxiliam a concentração

Como uma boa reeducação alimentar pode influenciar na melhoria da memória e concentração

O final do ano é rico em coisas boas, comemorações, conquistas e novidades. Por outro lado, também é o período em que nós mulheres estamos mais cansadas.

Em dias normais, com a rotina de longas horas, o corpo já precisa de equilíbrio. No final do ano, esses cuidados devem ser redobrados. Com a pressão extra no trabalho, a necessidade de finalizar processos e “bater as inatingíveis” metas o dia a dia fica extenuante. Fora isso, muitas mulheres ainda assumem a jornada de estudos, com faculdade ou pós-graduação. A família também exige cuidados e atenção, especialmente com a proximidade das festas de fim de ano.

Alimentos que auxiliam a concentração

E aí, onde encontrar concentração para tantas demandas? A alimentação é uma das fontes de recursos para garantir que estejamos mais firmes nessa batalha final. De acordo com os especialistas, uma dieta rica em carboidratos complexos e com bastante proteínas vai ser decisiva na hora de turbinar o cérebro.

Qual a vantagem dos carboidratos?

Os alimentos ricos em carboidratos vão ser importantes para fazer a transformação das moléculas em açúcar, que, por conseguinte vai garantir energia ao organismo. Essa energia é observada em melhor disposição para as tarefas que exigem concentração.  

O carboidrato complexo é rico em fibras e faz lentamente a transformação da glicose. Ele é diferente daqueles alimentos com glicose refinada que enviam uma grande bomba de energia de uma única vez.

Pão integral, biscoitos, massas, quinoa, aveia e arroz integral são alguns dos alimentos indicados pelos nutricionistas.

E as proteínas, como agem?

A segunda fonte de energia para melhorar a concentração está nas proteínas. Você deve procurar alimentos ricos em proteínas para todas as refeições. O próprio lanche pode estar sendo composto por esse nutriente. Nesse caso, ela vai agir para que a digestão seja mais lenta e o corpo garanta mais tempo com a sensação de satisfeito. 

As principais fontes de proteínas estão nos legumes. A noz, alguns tipos de sementes, ovos, o próprio iogurte também são importantes alimentos para essa função. Não abra mão das carnes (peixe, aves e bovina) e acrescente o tofu em sua dieta diária.

O que deve ser evitado?

Da mesma forma que as proteínas e carboidratos são aliados, há aqueles alimentos que prejudicam a nossa concentração já “cansada”. Alimentos com muito açúcar não vão contribuir em nada. Prefira taxas estáveis de açúcar.

A ideia de que o açúcar ajuda é refutada pelos especialistas. Eles explicam que o desejo por doce surge justamente por conta da queda desses nutrientes da glicose. Porém, quando se ingere um doce a sensação imediata não vai manter a energia em doses necessárias.

O mesmo ocorre com a cafeína. O cafezinho vai ajudar naquele momento, mas não repõe devidamente as necessidades do organismo. Dê preferência aos chás e cuide da alimentação.

Doses maiores de vitaminas e nutrientes

Caso você tenha uma rotina muito pesada, também pode procurar um médico, realizar os exames e começar uma complementação nutricional com vitaminas B e de magnésio. Elas vão atuar no sistema nervoso e combater estresse. 

Alimentos que auxiliam a concentração

O ômega-3 é bastante recomendado pela medicina, especialmente para os casos de concentração e memória. É facilmente encontrado no salmão, peixes, chia e alguns tipos de óleos.

Postado em - Atualizado .


Recomendado para você

Comentários